• seg. fev 6th, 2023

“Também guardamos pedras aqui” é o grande vencedor do Prêmio Jabuti 2022

Na 64º edição do Prêmio Jabuti a maior e maias aguardada premiação nacional do livro, aconteceu na noite de 24 de novembro, no Teatro Municipal de São Paulo, marcando o retorno presencial da cerimônia, após dois no formato online devido a medidas de restrição da covid 19. O evento promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) , foram premiadas 20 categorias divididas em 4 eixos: Literatura, Não Ficção, Produção Editorial e Inovação. A grande vencedora da noite, foi a poeta e atriz Luiza Romão que além da estatueta dourada do livro do ano 2022, faturou o prêmio de R$ 100 mil. A obra, da editora Nós, tem a guerra de Troia como objeto central, a partir do qual as injustiças, crimes e opressões são escancarados aos olhos do leitor.

Além de Livro do Ano, o Jabuti anunciou os ganhadores de cada uma de suas 20 categorias. Os autores premiados receberam a estatueta e o valor de R$ 5 mil. A categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior, que conta com apoio do projeto Brazilian Publishers – uma parceria da CBL com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) -, contempla a casa editorial brasileira com uma Bolsa de Apoio à Tradução no valor de R$ 5 mil, caso a editora seja participante do Brazilian Publishers. Caso a editora brasileira não faça parte do projeto, recebe a filiação completa por 12 meses.

Preto em Contos –  Volume 2 foi finalista do Prêmio Jabuti 2022

O Livro Pretos em Contos  Voleme 2, foi um dos finalistas do Prêmio Jabuti 2022, uma experiência narrativa que tem uma gama de olhares negros e diversificados. Não se trata de um olhar uno e, sim, aquilombado. São diversas facetas, luminosidades, reminiscências, são escritoras negras e narradores pretos que têm influência e buscam o merecido protagonismo. A antologia reúne narrativas das seguintes autoras negras e autores pretos: Cristiane Sobral, Débora M. Andrade, Denise Nascimento, Diogo Nogue, Gabriel Messias, Ifè Rosa OADQ, Ivan Reis, Kátia Moraes, Luana Levy, Maza Dia Mpungo, Negro Du, Neide Lopes, Plínio Camillo, Shirley Maia, Suedi Fernandes, Thiago Pedroso e Vinicius Henrique. O livro é da Editora Aldeia de Palavras tem 87 páginas e você pode conseguir através do instagram, https://www.instagram.com/editoraaldeiadepalavras/  

Do prefácio de Cristiane Sobral: “No caso desta publicação, os leitores encontrarão ficção no contexto do jeito de ser e de viver da gente negra brasileira e das relações raciais em outros horizontes temáticos no cenário da literatura brasileira

 

About Post Author

Eddie Junior

Radialista à 20 anos na Região Metropolitana de Campinas , Jornalista