IMPRENSA PRETA

COMUNICAÇÃO DIVERSIDADE E INFORMAÇÃO

Dia Mundial da Trombose

Chamar a atenção para a prevenção à doença que afeta 180 mil brasileiros ao ano.

No último dia 13 de Outubro foi comemorado o Dia Mundial da Trombose e entre outras atividades deu-se o início do Centro de Doenças Tromboembólicas (CDT) do Hemocentro da Unicamp.  Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), a doença atinge 180 mil brasileiros por ano.  

A doença se caracteriza pela formação ou surgimento de um coágulo sanguíneo que causa obstrução e inflamação nas paredes dos vasos, comprometendo assim o fornecimento de sangue para o restante do corpo. 

 O centro que é pioneiro no país tem como meta o registro brasileiro de trombose venosa que será realizado em parceria com a Sociedade Brasileira de Trombose e Hemostasia (SBTH), o Hemocentro Unicamp e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).  

Barretos, Botucatu, Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São Paulo  serão os primeiros municípios abrangidos pelo projeto no Estado. Cerca de 10 mil pacientes serão observados, sendo mil de pacientes com trombose venosa aguda durante 24 meses; 15 mil  crianças com risco de desenvolver a doença ao longo de 12 meses e mil pacientes com câncer que devido a doença apresentam elevado risco de trombose em dez hospitais de seis cidades  no Estado. 

Aumentar a consciência sobre a trombose entre profissionais de saúde, pacientes e entidades dos governos e terceiro setor é um dos principais motivos da data,  no entanto, é preciso estar alerta diariamente.  A trombose geralmente ataca o sistema circulatório podendo se desenvolver em qualquer parte do corpo onde existam veias e artérias sendo mais comuns nos membros inferiores como coxas e pernas, pés e braços.  

São três os tipos de trombose; a Trombose Venosa Profunda é o tipo mais comum que afeta uma ou mais veias da parte inferior como as coxas e panturrilhas.  

A Trombose Arterial é o coágulo que se forma nas artérias presentes dentro do corpo como a aorta; a Trombose Pulmonar é o deslocamento do coágulo formado em qualquer parte do corpo para e se aloja no pulmão.  O coágulo também pode percorrer o organismo e chegar ao cérebro, neste caso, o diagnóstico é trombose cerebral. 

Vale a pena lembrar que a prevenção é sempre o melhor caminho para manter a saúde, portanto, fique atento e mantenha as visitas ao médico sempre em dia. 

About Post Author