O Amor não tem cor

5 de agosto de 2021

Pedagoga Josy Asca lança livro pela Editora Academia Periférica de Letras

Josy Asca estudou teatro quando adolescente no Centro Cultural do Jabaquara na cidade de São Paulo, sua mãe queria lhe ajudar pois Josy Asca era muito tímida. Essa talvez tenha sido a sua primeira experiência com o universo da arte, mais tarde aprenderia flauta doce e tamborim.

Mais o seu mundo mudaria mesmo, em 2008 quando se formou em Pedagogia pela Universidade Paulista (Unip) tornando-se professora de educação infantil e pós graduada em Gestão Escolar.

Ativista social , integrante da Ong AMMA (Amor Maior Mãe Ana) onde atua na arrecadação de utensílios básicos de sobrevivência e componente apaixonada da Escola de Samba G.R.C.S. Vai Vai , Josy Asca sempre gostou de escrever como ela mesmo diz, “Sempre gostei de escrever, escrever sobre algo ou apenas escrever. Essa capacidade de me renovar à medida que o tempo passa é o que chamo de saber viver e escrever com resiliência.”

Nesse mês de Setembro de 2021 chega a Amazon, “Amor não Tem Cor”, escrito por Josy Asca lançado pela Editora Academia Periférica de Letras, o livro conta a história do menino Jorge que nasce branco mais em uma família negra, cercado pelo amor incondicional de sua família e pelas orientações de seu pai, neste contraponto a escola é seu primeiro convívio social onde as diferenças aparecem.

Acontece que está História é verídica pois se baseia na História vivida pela autora e sua família.

Todos nos negros sabemos como é o quanto nos custa a discriminação e o racismo estrutural em nosso país.

E se além de tudo isso você tivesse um filho que nascesse branco, sendo os pais negros.

Em um país que a miscigenação é uma das bases da sua História populacional poderia ser fácil entender mais não, estamos falando de um país qualquer estamos falando do Brasil.

Que vive em tempos sociais sombrios, e de ataques cibernéticos robotizados, sustentados por politicas equivocadas que acabam por gerar ainda mais preconceito.

O atual Governo Federal conseguiu retroceder o país em todas as áreas sociais, reestilizando programas sociais e destruindo Instituições representativas como é o caso da Fundação Palmares.

Em meio a todo esse caos sócio – cultural, sempre surge uma guerreira ou um guerreiro que assume a bandeira de luta.

Imprensa Preta – Entrevista


Josy Asca conversou com a Imprensa Preta

Josy Asca – Sou preta casada com um homem preto e nasceu nosso filho jorge branco. Passamos por muitos constrangimentos, então resolvi escrever a história para que ele e outras famílias que passem por isso tenham as respostas! Usei a árvore genealógica para mostrar que todos nós temos misturas de raças! Então na história Jorge descobre que tem em seus ancestrais índios, portugueses e até reis africanos e que a cor da pele não define quem ele é !

Imprensa Preta – Sendo Pedagoga como enfrentar a situação do dia a dia nas ruas com seu filho?

Josy Asca –  Por eu ter essa base consigo ser bem tranquila, hoje até dou risada de algumas piadas mas imagino as pessoas que não tem essa formação passarem por isso.

Imprensa Preta – Você acredita que também exista um grande preconceito quando uma família negra acaba tendo um filho branco?

Josy Asca – Foi um dos motivos da necessidade da escrita desse livro. Esse livro foi um grito com muitas cores e valores. Acredito que ele irá empoderar crianças e famílias.

Imprensa Preta – Como uma família pode preparar uma criança pra enfrentar tudo isso, vivendo em um país que tem um racismo estrutural enraizado?

Josy Asca – A Educação é a base de tudo, as famílias precisam empoderar suas crianças, fazendo com que se sintam importantes!

Imprensa Preta – Podemos considerar que a sua obra seja inédita ou seja não temos relatos de algum livro assim, já teve algum encontro com alguma família que passa o que você passou?

Josy Asca – Acredito que seja inédito sim, é comum vermos famílias brancas com crianças negras mas não o contrário. Ainda não encontrei ninguém que passe ou passou por isso, pois sempre um dos pais tem a cor da criança. Agora os dois de uma cor e a criança de outra é muito difícil.

Imprensa Preta – O amor não tem cor, pode ser adquirido em quais livrarias?

Josy Asca – Esse livro será lançado na primeira quinzena de setembro. Pela Amazon e o envio será pelos correios

Imprensa Preta – Já está pensando em uma próxima escrita, ou pretende se aprofundar ainda neste tema?

Josy Asca – Tenho em mente uma história que fala sobre crianças adotadas.

Imprensa Preta – Essa sua experiência de vida é quase uma prova viva de que a teoria de que a África é o berço da humanidade é verdadeira?

Josy Asca – Com toda certeza, no livro Jorge faz a sua árvore genealógica e todas as pessoas que sentarem e fizeram a sua árvore perceberão que nos seus antepassados tinham africanos

Imprensa Preta – Como Pedagoga, o que ainda é preciso mudar nas escolas públicas em matéria de educação que possa ajudar a diminuir o racismo no Brasil?

Josy Asca – A começar por mais brinquedos que relacionem a essa temática, bonecas pretas, livros com histórias de princesas pretas. Explorar o assunto com materialidade.

Serviço

Livro – “Amor não Tem Cor”

Escritora – Josy Asca

Editora – Academia Periférica de Letras

Quando – primeira quinzena de setembro

Aonde – no site da Amazon