27 de novembro de 2021

IMPRENSA PRETA

COMUNICAÇÃO DIVERSIDADE E INFORMAÇÃO

Manifesta Companhia estreia espetáculo infanto juvenil com recursos de acessibilidade.

Na próxima sexta, 16 de abril, a Manifesta Companhia (Campinas/SP) estreia a versão online do espetáculo infanto-juvenil Mig Meg Mug, com direção de Alice Possani. Serão 06 exibições entre os dias 16 e 25 de abril, de sexta a domingo sempre às 17h, com transmissão ao vivo no facebook e youtube da companhia. O projeto, que foi contemplado pela Lei Aldir Blanc através do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo – ProAC Lab, conta também com duas rodas de conversa que serão ofertadas ao público. No primeiro dia da exibição (16) o bate-papo será com as atrizes e a diretora do espetáculo e no dia 24 a conversa será com o artista Oscar Capucho, falando sobre processos criativos e acessibilidade. As conversas serão realizadas logo após as exibições e transmitidas também pelas redes sociais da Manifesta Companhia.

Em processo de pesquisa há mais de um ano, o espetáculo é estruturado em torno da ideia da acessibilidade como linguagem cênica em diferentes aspectos: dramaturgia, interpretação, sonoridades, cenografia e figurinos. O texto é inspirado na História de Mix, Max e Mex, fábula do renomado autor chileno Luís Sepúlveda, que conta a história da amizade entre o menino Max, seu gato Mix e o rato Mex. Com o objetivo de estimular o protagonismo feminino, diferentemente da fábula de Sepúlveda, no espetáculo a história é protagonizada pelas personagens femininas Mig, Meg e Mug. O enredo aborda de modo sensível e poético o tema da amizade e das diferenças, marca na fábula de Sepúlveda, oferecendo ao público uma história divertida e singela sobre o verdadeiro valor da amizade.

A gata Mig e a menina Meg são amigas inseparáveis desde pequenas. O tempo passa, Meg fica adulta, Mig envelhece, e um acontecimento inesperado muda radicalmente o cotidiano das duas. É nesse momento que a ratinha Mug junta-se a elas, disposta a dividir medos, alegrias e biscoitos deliciosos; afinal, as amigas de verdade compartilham o melhor que têm.

            A recriação cênica, inspirada na tocante história de Sepúlveda, tem sido trabalhada pela Manifesta Companhia desde 2019. No espetáculo, as atrizes contam, cantam, áudio descrevem e vivem a história das três personagens. Para além de um recurso de acessibilidade, a audiodescrição é incorporada como elemento de criação da linguagem cênica e dramatúrgica, conectando-se à necessidade e à urgência de criar espetáculos teatrais a partir das diferentes formas de percepção do mundo. Para  construir esse percurso da audiodescrição o  projeto contou com a consultoria em acessibilidade criativa do ator e bailarino  Oscar Capucho.

 Sobre o grupo

A Manifesta Companhia é formada pelas atrizes Brisa Vieira, Gabriela Giannetti e Lila Marília, que atuam também de forma independente e em outros grupos, e que, desde 2019, se reuniram para a realização de projetos, potencialização de seus trabalhos artísticos e a produção colaborativa. No momento, as atrizes se dedicam também à produção de dois espetáculos solos, ambos inspirados em obras de Clarice Lispector. O solo Narrativas do Indizível, de Lila Marília, com direção de Andrea Ojeda (ARG) e o espetáculo SIM!, solo de Brisa Vieira, com direção de Moacir Ferraz.

Serviço:

Espetáculo: 16 a 25 de abril – sexta à domingo às 17h

Bate papo com as atrizes e diretora – 16 de abril, logo após a apresentação.

Bate papo com Oscar Capucho – 24 de abril, logo após a apresentação.

Link de acesso: O Link correto do canal da Manifesta Companhia é este:

https://www.youtube.com/c/ManifestACompanhia

Facebook: https://www.facebook.com/manifestacompanhia

Instagram: @manifesta.cia