IMPRENSA PRETA

COMUNICAÇÃO DIVERSIDADE E INFORMAÇÃO

Depressão – Mulher

Apenas 30% das mulheres recebem diagnóstico preciso de depressão

71 % das mulheres deprimidas não têm diagnóstico por isso, não são tratadas

Em todo o planeta, 264 milhões de pessoas sofrem de depressão e estes números avançam a cada ano.  No que se refere ao universo feminino brasileiro, de acordo com um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP, 71% das brasileiras consideradas deprimidas não recebem o diagnóstico da doença por parte dos profissionais que as atenderam ou seja, nenhuma destas mulheres souberam que enfrentavam a depressão e, por este motivo, não foram tratadas.   O estudo feito por três pesquisadores do departamento de medicina preventiva da Faculdade de Medicina da USP foi publicado na edição 283 do Journal  of Affective Disorders. 

De acordo com o segundo estudo Global Burden of Disease, a depressão afeta 264 milhões de pessoas em todo o planeta. Estima-se que cerca de  20% das pessoas terão pelo menos um episódio de depressão durante suas vidas e que a proporção da doença entre mulheres seja o dobro em relação à dos homens.  

Entre outros fatores, a pesquisa revelou que o período gestacional contribui grandemente para a depressão entre as mulheres.  Das 800 grávidas pesquisadas o risco do subdiagnóstico aumentava em 3,5 vezes. Para o ginecologista Alexandre Faisal Cury, isto é triste porque a depressão afeta a mãe e o bebê. “A depressão se não tratada pode causar baixo crescimento fetal, partos prematuros e baixo peso ao nascer”. Metade das mulheres que tiveram depressão pós- parto já estavam deprimidas durante a gravidez.

Vários fatores contribuem para a imprecisão do diagnóstico, da falta de tempo nos atendimentos à associação cultural relacionando maternidade e felicidade; mulher grávida é feliz!  O estudo também apontou que as gestantes mais novas e sem casos de aborto anterior  tendem ainda mais a não receber o diagnóstico correto da doença  assim como,  as mulheres negras.

Tratamento médico e mudanças de hábitos como manter um estilo de vida saudável, boa alimentação, exposição ao sol, bons amigos, praticar exercícios é algo prazeroso são algumas maneiras para combater a depressão.

About Post Author