Pular para a barra de ferramentas

Vidas negras Importam

Eddie Junior
Read Time2 Minute, 3 Second
Créditos – Fabiana Ribeiro – Manifestação Campinas 07 de Junho 2020

Por Fabiana Ribeiro

” Parem de nos matar” é a voz que ecoa nas manifestações contra os corpos negros que tombaram vitimados pelo racismo. O povo negro é a maior vítima de Covid-19 e preferencialmente o alvo da balas da polícia.

O Ato ” Vidas Negras Importam”  aconteceu no último domingo (07/06) no   Largo do Rosário, centro de  Campinas, SP. Cerca de  200 pessoas se reuniram  na praça que é um marco das manifestações na cidade. O ato foi  pacífico em um certo momento, por volta das 16h  o comando da PM chegou a tentar intervir mas a organização do ato fez a interlocução avisando  do término às 16h.

Os coletivos organizadores da  manifestação ” Vidas Negras Importam”  recomendaram que todos os participantes estivessem de máscara protetora, e mantivessem a distância recomendada de 2 metros por pessoa e fossem abastecidos de álcool  em gel. 

  • Créditos Fabiana Ribeiro

O ato vem de encontro a sensibilização de uma grande mobilização mundial na luta antirracista desencadeada pela morte do afro americano George Floyd assassinado por um policial branco nos EUA. O Floyd vítima da brutalidade policial  morreu asfixiado  pela pressão do joelho do policial sob seu pescoço.

Em Campinas, os manifestantes lembraram outras vítimas do sistema racista; Jordy Moura Silva que  morreu após levar um tiro de um guarda municipal  no bairro Reforma Agrária, o adolescente de 15 anos que  participava  de um racha de motocicletas junto a amigos. Também foram lembradas as mortes da vereadora negra  do Rio de Janeiro, Marielle Franco, em 2018, e a do menino Miguel Otávio que caiu de um prédio de luxo no Recife ao tentar ir atrás da mãe que é faxineira e passeava com o cachorro da patroa. Sarí Corte Real, primeira-dama de Tamandaré (PE) e patroa da mãe de Miguel  apertou um botão do elevador que o levou à um andar superior ao que morava e liberou a porta do equipamento com  a criança sozinha dentro dele.

O ato teve falas pontuais contra o racismo e a política genocida de extermínio  do povo negro.  Vários cartazes apoiavam a luta antirracista e antifascista e era comum o “ Fora Bolsonaro” ordenando a saída de Jair Bolsonaro da presidência. 

Fabiana Ribeiro

Amiga e grande Mulher, defensora da cultura da democracia

 Jornalista Livre, Fotógrafa e Moradora de Campinas

Créditos – todas as imagens e texto são de Fabiana Ribeiro , gentilmente em colaboração cedidas para a matéria ” Vidas Pretas Importam” da imprensa preta news.

6 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Eu sou o Samba

Uma das maiores contribuição para a cultura brasileira o Samba, não se define apenas como substantivo masculino flexão do verbo sambar na 3ª pessoa do singular do presente do indicativo, e 2ª pessoa do singular do imperativo afirmativo , pois vai muito além do que possa imaginar. Na música de […]

Subscribe US Now