Pular para a barra de ferramentas

Bebês – Leite Materno

Ana Paula Mendes
Read Time2 Minute, 30 Second
Banco de Leite

Banco de Leite, da Maternidade de Campinas, antecipa campanha de doação de leite materno

Com a chegada do outono e inverno o clima mais frio e seco, os bebês que ainda não têm seus sistemas de defesa desenvolvidos sofrem com doenças respiratórias.  Dado o momento, o Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade de Campinas, antecipa sua campanha para manter seus estoques e atender os bebês da UTI-Neonatal (Unidade de Terapia Intensiva) e UCI (Unidade de Cuidados Intermediários). Atualmente, com 183 litros de leite a campanha visa alcançar 200 litros mensais, necessários para atender os 66 leitos da UTI.

 Cada litro de leite materno pode alimentar até 10 recém –nascidos por dia .  “É importante estarmos preparados para esse crescimento da demanda na UTI e na UCI, como ocorre todos os anos.  Antecipando a campanha , corremos menos riscos e garantimos alimentação para nossos bebês”, ressalta o presidente do hospital, dr. Carlos Ferraz.

O leite materno é o alimento mais natural e seguro para o início da vida humana protegendo-a por toda a vida. 

Para doar, a mulher precisa ser saudável, amamentar o próprio filho e ter uma produção excedente de leite após a mamada.  Em seguida agendar cadastro e exame pelo telefone (19) 3306 -6039. O exame, rápido e gratuito verificará as sorologias de Sífilis, Hepatite B e C, Doença de Chagas, HTLV (Vírus Linfotrópico da Célula Humana) e HIV (Aids). Tudo gratuito. 

 A realização do exame acontece, na Rua José Paulino, nº 1774, no estacionamento, em frente à igreja do Nazareno, às segundas-feiras, das 13h às 15hs. Exclusivo para o atendimento às doadoras com intervalo de meia hora entre uma e outra mulher. 

As coletas são realizadas nas residências, uma vez por semana pelo motorista da Maternidade é uma técnica de enfermagem do Banco de Leite.  O leite é transportado em caixas isotérmicas, com gelo e controle de temperatura feita por termômetro digital e com todos os equipamentos de segurança recomendados pelos órgãos de saúde.

As coletas que já seguiam normas estritas, em tempos de  Pandemia, redobraram os cuidados e as lactantes são orientadas a redobrar a higiene das mãos, usar de toucas e máscaras entregues semanalmente pelo hospital e a não coletar o leite caso apresentem algum sintoma da Covid-19. “A doadora tem que estar saudável para a realização da coleta”, salienta a coordenadora do Banco de Leite Humano da Maternidade de Campinas, Olívia  Favaro.  

Ainda segundo a coordenadora, a doadora que apresentar qualquer sintoma terá sua doação suspensa. “Toda semana, antes de fazermos a coleta, telefonamos para a doadora e saber se ela, o bebê e os demais moradores da residência estão saudáveis.”

Todo leite coletado passa por rigorosos processos de pasteurização e análise de qualidade para então, alimentar os bebês internados. No leite materno são encontrados diversos componentes imunológicos essenciais para o crescimento e desenvolvimento adequados das crianças além de diminuir a incidência de infecções

0 0

About Post Author

Ana Paula Mendes

Ana Paula Mendes é Jornalista e Fotografa Profissional
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Empreendimentos no combate ao Covid-19

Griffe Criolê empreendimento de economia solidária do Ponto de Cultura Caminhos contra Covid-19 Em busca de combatermos esse mal invisível que está afetando nosso País e o mundo. A griffe Criolê está confeccionando máscaras de TNT e Pano. Tomando os devidos cuidados na hora da confecção para este mal invisível […]

Subscribe US Now