16 de janeiro de 2021

Imprensa preta

Comunicação e Informação

BAR-KAYS

2 0
Read Time1 Minute, 1 Second

 

BAR-KAYS

Discoteca Básica , Histórias e Lendas por Walmir Bortoletto

MENOS DE UM ANO DEPOIS DO ACIDENTE AÉREO QUE MATOU QUASE TODOS OS INTEGRANTES DO BAR-KAYS , JUNTAMENTE COM O CANTOR OTIS REDDING , ISSO EM DEZEMBRO DE 1.967 , O GRUPO RETOMOU AS ATIVIDADES.

O BAIXISTA JAMES ALEXANDER , QUE NÃO ESTAVA NO AVIÃO , CONVERSOU COM O TROMPETISTA BEN CAULEY  ÚNICO SOBREVIVENTE DA QUEDA , E O CONVENCEU A SEGUIR EM FRENTE.

 NOVOS MÚSICOS FORAM CHAMADOS E O BAR-KAYS , QUE SÓ HAVIA LANÇADO UM LP , COMEÇOU AS SESSÕES DE GRAVAÇÃO NO MESMO ESTILO INSTRUMENTAL DO PRIMEIRO ÁLBUM

O PRIMEIRO COMPACTO APÓS A TRAGÉDIA TRAZ AS MÚSICAS “COPY KAT” E “IN THE HOLE”.  ELAS MARCAM O COMEÇO DA PARCERIA DA BANDA COM ALLEN JONES , UM MÚSICO , PRODUTOR , COMPOSITOR E ENGENHEIRO DE SOM QUE NUNCA FEZ PARTE OFICIALMENTE DO BAR-KAYS , MAS QUE TEVE PARTICIPAÇÃO EM QUASE TODOS OS DISCOS

O COMPACTO COM “COPY KAT” E “IN THE HOLE” FOI LANÇADO EM 1.968 , MAS AS DÉCADAS DE 70 E 80 VERIAM O AUGE COMERCIAL DO GRUPO COM VÁRIAS MÚSICAS NAS PARADAS , ESPECIALMENTE NA CATEGORIA RHYTHM & BLUES.

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %